Douglas Mariano “ DG” o único gangsta rapper no Rio de Janeiro e talvez no Brasil




DG bebeu do estilo que envolve a cultura dos rappers americano durante os três anos que morou nos Estados Unidos.

O cantor teve contato com rappers americanos nos Estados Unidos, foi quando optou migrar para o estilo gangsta rapper que tem uma identidade forte e consistente.


O rapper iniciou no mundo da música no ano de 1991, nos bailes funk da Furacão 2000, onde começaram a surgir os primeiros MCs, 

DG nesse período produzia suas músicas de rapper e levava para a porta da rádio da Furacão 2000, para deixar as fitas com os DJs, a  rádio na época ficava localizada na avenida Presidente Vargas. 


O cantor tinha sempre esperança de ser selecionado e se tornar o MC da Furacão 2000 e participar dos shows como artista da Furacão. 


Educação Física sua segunda paixão, onde se profissionalizou, tornando-se o personal das estrelas conhecidas em todo o Brasil. 

Douglas Mariano “DG” Foi personal da Viviane Araújo, Jojô Todinho, Rômulo Costa, Adriana Bombom, Lia Kiei, Steve B, Valeska Poposuda, a Saudosa Glória Maria, entre outros. Com sua banda “Máfia Gigante”, sempre trabalhou com os melhores produtores musicais Vagner Carvalho, Rafael Castilhol, Dudu Castilhol e Palito. 

DG com a banda Máfia Gigante, já está na estrada há dez anos. Sempre inovando com estilo único com muito groover, inserindo guitarra estilo rock. 

O cantor e sua banda “Mafia Gigante” assinou contrato com a Warner Music.

Os amantes da música com atitude de personalidade única serão sempre contemplado com o melhor. 

A intenção é deixar um legado na música brasileira com o estilo gangsta rapper de ser. 


Mais um importante lembrete de DG, ele está pré-candidato a vereador pela União Brasil. 

Sua pretensão é ser a força em busca de mais direitos para música e o esporte em geral.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem