Ticker

6/recent/ticker-posts

Com conceito criativo, Vou Pro Sereno estreia novo projeto “Na Boca do Povo”

 

Primeiro EP chega com 8 faixas.


 

Refletindo as transformações causadas pela pandemia no meio musical, o grupo carioca Vou Pro Sereno ressignificou os desafios deste período na criação de um novo projeto. Com quatro temáticas diferentes, estrutura dinâmica, canções inéditas, regravações e grandes participações, o DVD “Na Boca do Povo” chegou às plataformas digitais, em seu primeiro EP de 8 músicas. Neste volume 1, o grupo aposta na faixa-título, escrita pelo cantor Thiaguinho e por Prateado, renomado produtor de grandes nomes do samba e pagode.

Romântica, a canção “Na Boca do Povo” conta a história de um casal que não consegue ficar separado. Termina e sempre volta, sem ligar para a opinião dos outros. “E daí que eu tô de novo na boca do povo, na moral, ninguém tem nada a ver. Quem aqui não tem passado, não fez nada errado, pago pra ver”, diz a letra. A música já tem o vídeo oficial disponibilizado no YouTube.

“O projeto audiovisual ‘Na Boca do Povo’ foi uma realização da nossa carreira, por trazer ao nosso trabalho a participação do Fundo de Quintal, que era um sonho que a gente tinha há muitos anos e pudemos realizar nesse projeto. Ainda contamos com a participação do Bruno, do Sorriso Maroto, do Dilsinho e do Ferrugem, nesse projeto que traz músicas inéditas e regravações. É um trabalho que a gente sempre sonhou em fazer, tá lindo demais e estamos muito ansiosos para esse lançamento”, disse Rodrigo Tchutchucão.

“Nosso DVD traz uma riqueza de imagens com a questão dos três palcos. Isso dá uma diversidade maior no visual, porque são quatro looks diferentes nesses palcos, dando uma diversificada na nossa divisão por EP. E isso engrandece muito o nosso DVD na questão visual. São 32 canções em que a gente mostra a nossa sonoridade como um todo. O disco traz partido alto, músicas lentas, muita novidade em que a gente procura trazer esse som mais moderno, mais jovem”, completa Julio Sereno.



O EP 1 de “Na Boca do Povo” traz ainda as canções “Amor Latente” (Carlos Caetano e Leandro Fab), que ganhou vídeo oficial no dia 23 de dezembro; “Deixa a Poeira Baixar” (Márcio Kuko, Bira Silva e Valcir Oliveira), com vídeo em 28 de dezembro; “Parecem Miragem” (Alex Sereno e Rhuan André), que teve o vídeo disponibilizado no dia 30 de dezembro; “O Meu Lugar Também é Lindo” (Claudemir e Thiago Petróleo), em formato audiovisual no dia 4 de janeiro; “Alma e Sentimento” (Luiz Cláudio Picolé), que ganhou vídeo em 6 de janeiro; “Salaminho Queijinho” (Dinho Luz e Eduardo Bonfim), que teve o vídeo lançado no dia 11 de janeiro, e “Tô Jacarepaguá” (PH Mocidade, Paulinho Sereno, Binho Sá e Luciano Bom Cabelo), que completou os conteúdos audiovisuais do EP 1 no dia 13 de janeiro.

“Falar desse projeto mexe com a gente. Faz um tempo que queríamos gravar um DVD com músicas inéditas, mas aí veio a pandemia e os nossos sonhos tiveram mais um tempo para amadurecer. E assim como o mundo, mudar a forma de se comunicar e conectar. A Internet trouxe o artista mais pra perto do público de uma forma diferente, um novo normal, as lives no YouTube, os stories no Instagram, o Twitter, o Tik Tok. E o nosso maior foco: as plataformas digitais”, reflete o grupo.

“Durante a pandemia, lançamos três projetos que já estavam no nosso cronograma: ‘Jogando em Casa’, ‘Vou Pro Sereno Novelas’ e ‘Nada Pra Fazer’. Agora, chegou a hora de um novo projeto, que traz também canções inéditas! É algo que nunca fizemos na forma de entregar às plataformas. Esse DVD foi gravado em EPs. Cada EP, com 8 canções e palcos diferentes que se transformam em um só palco. ‘Na Boca do Povo’, ‘Conectados’, ‘Samba Terapia’ e ‘Novo Normal’, são os 4 temas, com um pouco de tudo”, eles explicam.

O novo projeto trará canções que falam sobre as novas formas virtuais, dos artistas se conectarem com o público e a união do samba e do pagode, com outros ritmos, popularizando ainda mais os gêneros (“Conectados”); o poder curador e transformador do samba, ajudando os fãs em muitos momentos, durante a pandemia (“Samba Terapia”); os modos de socializar, comunicar-se e curtir música em um mundo que tem que lidar com os efeitos da pandemia (“Novo Normal”); e a união de todas essas temáticas, trazendo o Vou Pro Sereno para este momento em que a vida volta, aos poucos, e o som do grupo continua na boca do povo (“Na Boca do Povo”).

As 32 faixas foram divididas em quatro EPs que carregam cada um dos conceitos explorados pelo grupo no novo DVD, com repertório, visual e palco alinhados com cada momento. O projeto “Na Boca do Povo” conta com as participações especiais de Dilsinho (“Conectados”), Ferrugem (“Novo Normal”), Sorriso Maroto e Fundo de Quintal (“Samba Terapia”).

 

Por: Clilton Paz.

Fonte: Enildo do Rosário (Viola).

Fotos: Divulgação.

 

 

 

Postar um comentário

0 Comentários